Sábado (11/04) o Relator do PL 7.919/2014, Dep. ARNALDO FARIA DE SÁ, recebeu os Diretores da ASMPF/SP e da Seccional do Sinasempu em seu escritório politico na cidade de São Paulo.
Durante o encontro, o Deputado reafirmou seu compromisso na atuação de aprovar o PL o mais rápido possível, no intuito de garantir a dotação orçamentária suplementar. Desta forma, os servidores conseguiriam receber a primeira parcela do plano ainda este ano.
O relator orientou os Diretores para não apresentarem emendas que versem sobre matéria de mérito do PL. É que na CCJC somente serão admitidas emendas que tratem do controle de constitucionalidade, juridicidade e legalidade dos dispositivos do plano. Por isso, o Deputado demonstrou profunda preocupação na apresentação de emendas que busquem ou tentem freiar o rápido andamento do projeto.
Os representantes das entidades levaram ao conhecimento do relator a preocupação da categoria na alteração de dois dispositivos o PL 7.919/2014, sobre o ponto de vista do controle de constitucionalidade afeto à CCJC: 
* o que cuida da elevação do percentual de CC`s para os ocupantes de cargos efetivos do MPU e do CNMP, como corolário da regra constitucional da prevalência do ingresso e acesso dos cargos públicos por meio de concurso de provas e de provas e títulos; e

* a proibição dos servidores não poderem exercer, nos termos da Constituição, as atividades de assessoria e do exercício da advocacia.

ASMPF/SP e Sinasempu/SP trabalhando juntos pela aprovação do PL 7.919/2914.