É com muita alegria, que divulgamos para o conhecimento de todos, o trabalho do servidor Manoel Messia de Sousa, lotado na Comissão Permanente Disciplinar – CPD, no Anexo III da PGR.
     Com o intuito de compartilhar sua experiência com os colegas do Ministério Público Federal, a Associação dos Servidores do MPF disponibiliza seu texto: “COMO O SERVIDOR PÚBLICO PODE EVITAR UM PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR (PAD) OU SINDICÂNCIA ACUSATÓRIA NO AMBIENTE DE TRABALHO.”
     De acordo com Manoel Messias, o texto trata de “recomendações” e “dicas” simples de como os servidores devem se comportar no local de trabalho para evitar responder a um PAD ou uma sindicância acusatória, sem querer evidentemente esgotar o tema.
ASMPF