NOTA DE REPÚDIO – SINASEMPU

A Associação dos Servidores do MPF apoia a campanha “Setembro Amarelo”

 

Monumentos da capital federal, como o Congresso Nacional e a Ponte JK, estão iluminados com a cor amarela, assim como outras diversas obras arquitetônicas espalhadas pelo Brasil. A iluminação diferenciada chama a atenção para a campanha “Setembro Amarelo”, criada para conscientizar a sociedade sobre a prevenção do suicídio.

De acordo com o site oficial da campanha, o movimento acontece durante todo o mês de setembro em escala mundial, e tem por objetivo principal alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo e suas formas de prevenção.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) aproximadamente 800 mil pessoas cometem suicídio, por ano, em todo o mundo, sendo quase uma morte a cada 40 segundos. De acordo com dados do Ministério da Saúde, o Brasil é o oitavo país no ranking da OMS em número de suicídios. Entre 2012 e 2014, foram registrados 31.507 casos no país.

Iniciada no Brasil pelas instituições CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), a campanha realizou as primeiras atividades no ano de 2014, concentradas em Brasília. Em 2015, conquistou maior exposição com ações em todas as regiões do país. A IASP (Associação Internacional para Prevenção do Suicídio) estimula a divulgação do “Setembro Amarelo” em âmbito Mundial.

A campanha acontece em setembro, porque no dia 10 do mesmo mês é o “Dia Mundial de Prevenção do Suicídio”. Durante o “Setembro Amarelo” são promovidas ações de rua, como caminhadas, passeios ciclísticos e abordagens em locais públicos, em diversas localidades do país.

É importante ressaltar que o CVV (Centro de Valorização da Vida) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, pelo telefone 141, e-mail, chat e Skype por meio do site http://www.cvv.org.br/, 24 horas todos os dias.

O Sinasempu apoia a campanha, tendo em vista a sua relevância, principalmente para a classe trabalhadora que, em alguns casos, sofre com problemas de saúde devido a situações de assédio moral e pressão por resultados.

Vamos todos divulgar a campanha e participar das ações desenvolvidas pelas instituições que promovem o “Setembro Amarelo”!

Deixe uma resposta