Notícias da semana!

Confira as últimas notícias da ASMPF

  • Aprovação em concurso público permite universidades antecipar diplomas.

A autonomia foi concedida às universidades para antecipar diplomas de seus alunos para não impedir um estudante de assumir vaga de emprego. [Leia Mais]

  •  Temer quer idade mínima de 65 anos para aposentadoria, inclusive para servidores.

De acordo com o portal do Servidor Público, Michel Temer manterá na proposta de reforma da Previdência Social, a idade mínima para aposentadoria de 65 anos para homens e mulheres.  [Leia Mais]

  • Secretaria divulga carta contra a violência aos idosos.

O Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, lembrado no dia 15 de junho, a Secretaria de Políticas Para Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos do Distrito Federal lançou uma carta aberta contra a violência aos idosos. [Leia Mais]

  • CCJ aprova reajustes para Judiciário e Ministério Público.

A Agência Senado confirmou nesta tarde (15), que a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) aprovou os projetos que reajustam os salários dos servidores do Judiciário, do Ministério Público da União (MPU) e do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).  [Leia Mais]

  • CNJ aprova regras para servidores trabalharem em home office.

O Plenário do Conselho Nacional de Justiça publicará norma para disciplinar o teletrabalho de servidores em todo o Judiciário brasileiro. Quem optar pelo regime deve ter autorização expressa e alcançar produtividade acima dos índices registrados por colegas que comparecem pessoalmente. [Leia Mais]

  • Dia do Funcionário Público Aposentado é comemorado nesta sexta-feira.

Nesta sexta-feira (17) é comemorado o Dia do Funcionário Público Aposentado e apesar de muita gente não saber, o servidor público aposentado também comemora seu dia com a finalidade de congratular aos que muito já contribuíram para o desenvolvimento público. [Leia Mais]

  • STJ garante direito de advogar a servidores do MPU.

De acordo com o portal Servidor Federal, em decisão monocrática emitido pelo ministro Napoleão Nunes Maia Filho, o STJ deferiu Recurso Especial do Sinasempu, garantindo aos servidores do MPU, que solicitaram inscrição na OAB até 17/03/2006, o direito de advogar. [Leia Mais]

Baixe a ficha de filiação e venha fazer parte da ASMPF!

Comunicação ASMPF

Deixe uma resposta